Milho Enlatado


5 fatos sobre drogas que você não sabia by Lapa
novembro 17, 2008, 8:15 am
Filed under: Não-tícias | Tags: , , , , , ,

1 – A maconha já foi utilizada para pagar impostos

A maconha já foi um produto dentro da lei no período de 1631 até meados de 1800. Os responsáveis por isso foram os ingleses que utilizaram exclusivamente a cannabis para à produção de cabos e velas para a sua frota. Por isso a cannabis se tornou um produto central para a economia colonial que exigia que os agricultores a cultivassem. Um outro aspecto interessante é o fato de que George Washington e Thomas Jefferson (ex-presidentes americanos) cultivaram a cannabis em suas plantações.

2 – A heroína ja foi comercializada como um remédio contra a tosse

A Bayer empresa Alemã do ramo farmacêutico responsável pela a Aspirina, uma vez comercializou heroína como uma substância não viciadora que poderia substituir a morfina e também um remédio contra a tosse. Isso aconteceu em 1898, uma época em que a tuberculose e a pneumonia foram as principais causas de morte. O mundo precisava desesperadamente de um remédio contra a tosse e a heroína parecia ter todos os requisitos, uma substância ativa contra a tosse e que também funcionava como um sedativo. A droga obteve um grande sucesso mundial quando foi lançada, mas quando surgiram os primeiros relatos de dependentes químicos e dos efeitos negativos contra a saúde a substância deixou de ser comercializada.

3 – O Médico e o Monstro foi escrito durante uma “trip” de seis dias de cocaína

Robert Louis Stevenson, o famoso autor de O Médico e o Monstro, escreveu toda sua obra em seis dias e seis noites. Mesmo a mulher de Stevenson, Fanny, ficou espantada que o marido conseguiu colocar 60.000 palavras no papel, em pouco menos de uma semana. Para se ter uma idéia, Stephen King, um dos mais prolíficos escritores de hoje, escreve apenas cerca de 1000 palavras por dia. Curiosamente, Stephen King admitiu ser viciado em cocaína entre os anos de 1979 a 1987. King descreveu que a cocaína era o seu “botão de ligar” e ainda enalteceu a substância por te-lo salvado do alcoolismo.

4 – O inventor do LSD morreu com 102 anos

Albert Hofmann inventor do LSD – faleceu em 2008 com 102 anos. Ele descobriu o LSD em 16 de abril de 1943, quando ele acidentalmente absorveu um pouco do ácido lisérgico, o LSD-25, através das pontas dos seus dedos. Fascinado pela distorção da percepção que ele vivenciou, Hofman em uma de suas investigações, ingeriu 250 microgramas de LSD e embarcou na primeira viagem de ácido do mundo quando ele voltava de bicicleta para sua casa. Em sua autobiografia, “LSD: My Problem Child”, Hofmann descreve como foi a sua “viagem”: Ele me deu uma alegria interior, uma abertura de espírito, um agradecimento, abrindo os olhos e uma sensibilidade interna para os milagres da criação.

5 – O ecstasy começou como um esquema de pirâmide

Em 1984, um Texano evangelista chamado Michael Clegg acreditava que ele tinha um objetivo superior. Com a noção de que o mundo seria um lugar melhor se todos estivessem sobre a influência do ecstasy, Clegg começou a divulgação em massa da droga com uma tremenda determinação. Clegg formou uma rede de distribuidores que se tornou conhecida como o Grupo Texas. O Grupo Texas foi tão bem sucedido que em um curto espaço de tempo a droga já estava disponível em bares, lojas de conveniência e números 0800. Você poderia comprar a droga com um cartão de crédito. Como é que o Grupo Texas teve esse sucesso? O grupo aplicou um esquema de pirâmide, em que distribuidores autorizados ganhariam uma porcentagem nas vendas de outros distribuidores que fossem recrutados por eles.

Anúncios

Deixe um comentário so far
Deixe um comentário



Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: